BLOG:

Destaques

As lesões causadas pelo CrossFit são menores do que em outras modalidades!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

O CrossFit é uma atividade que vem ganhando muitos adeptos em todo país. Porém, por se tratar de uma modalidade de exercícios de alta intensidade, muitas pessoas ficam receosas com a possibilidade de sofrerem lesões em decorrência de todo esse esforço.

Em 2018 um estudo foi desenvolvido no Laboratório de Psicologia do Esporte e do Exercício da Universidade de Santa Catarina, mostrando que essa informação não procede. Segundo as informações levantadas, a taxa de lesões decorrentes do CrossFit ficou entre 1,94 e 3,1 lesões a cada 1000 horas de treino, o que é classificado como uma incidência baixa.

Alguns praticantes de CrossFit já possuem lesões sofridas em outras modalidades, e isso traz um efeito negativo quando realizam exercícios de alta intensidade. Dentro do CrossFit, as lesões nos ombros e nas costas são as mais comuns entre os atletas, porque são as partes mais exigidas nos treinos.

Segundo os especialistas, a maioria das lesões são causadas quando os praticantes não respeitam os seus próprios limites e tentam ultrapassá-los o mais rápido possível. Ainda assim, o estudo aponta que a medida que o corpo fica mais forte, as chances de lesões são cada vez menores e por isso, no CrossFit, os atletas devem se atentar a um maior conhecimento das técnicas da modalidade e respeitar o seu progresso e evolução a cada treino.

Por conta da alta intensidade dos exercícios, os treinos devem ser adaptados para as condições de cada aluno e os coaches devem auxiliá-los de maneira correta quanto a realização dos movimentos, afim de evitar futuras lesões.

Quer experimentar uma aula nessa modalidade e se surpreender com os resultados desses exercícios? Marque uma aula experimental agora mesmo e não perca mais tempo de cuidar da sua saúde!

CrossFit Journal: The Performance-Based Lifestyle Resource

Website desenvolvido por Emcomjunto